Informativo 230 - Jul/2017 - Informativos - SAIB - Sociedade Amigos do Itaim Bibi

SAIB - Logo
Sociedade Amigos do Itaim Bibi
Ir para o conteúdo

Informativo 230 - Jul/2017

SAIB - Sociedade Amigos do Itaim Bibi
Publicado por em Informativos ·
Principais normas de condomínio
para garantir a paz com seus vizinhos

Morar em condomínio ou em apartamento é bastante cômodo, especialmente nas grandes cidades. Ao contrário de uma casa, o morador não tem que se preocupar com todos os detalhes como coleta de lixo e ainda pode ter certas regalias que talvez não pudesse arcar se não dividisse o custo com os outros condôminos, como piscina, quadras e sala de ginástica. Por outro lado, existem algumas limitações, como ter que se preocupar mais com o barulho, com os vizinhos e com a convivência entre estranhos completos. Com uma imensa gama de indivíduos, que, muitas vezes ocupam as unidades diretamente adjacentes, a convivência pode ser bem desgastante.



Uma das maiores reclamações, o barulho, pode vir de qualquer lugar, do vizinho de cima, do lado ou das áreas comuns. De acordo com as normas de condomínio básicas, o silêncio reina a partir das 22h até as 8h ou 9h do dia seguinte. O problema é que nem sempre as normas são obedecidas. Além disso, pode haver agravantes, como crianças correndo no andar de cima ou cachorros latindo enquanto estão presos na área de serviço.



Segundo Daphnis Citti de Lauro, advogado especializado em condomínios e locações, ao se deparar com ruídos vindos do vizinho, o melhor é evitar contato direto.

“Ninguém tem direito de incomodar o próximo. Para evitar discussão, o mais indicado é interfonar para o porteiro para que ele fale com o vizinho.” Se não resolver, o reclamante deve mandar uma carta para o síndico ou para a administradora, explicando o problema e dando nome aos bois. Em último caso, ele pode entrar com uma ação judicial contra o barulhento. “O mais difícil neste caso é provar que o ruído vem do apartamento do vizinho, o que é mais complicado se ele for o de baixo, porque dificulta ou impossibilita que seja gravado. Aí, é preciso convocar testemunhas que confirmem a versão Do Morador incomodado”.

Se o ruído vem de fora do prédio, existem duas soluções. Se for um bar ou restaurante, pode-se acionar o PSIU – Programa de Silêncio Urbano da Prefeitura de São Paulo.

O programa defende que, para um bar ou estabelecimento comercial possa funcionar depois da 1h da manhã, tem que ter isolamento acústico. Se isso não acontecer, é possível entrar em contato com a prefeitura e reclamar, pedir uma vistoria para o estabelecimento em questão.

Caso a fonte do ruído seja residencial, como vizinhos barulhentos ou reformas depois das 22h, a polícia se encarrega de resolver o problema.





SAIB EM AÇÃO   


▲ Ofício nº 0046/2017, enviado para a Prefeitura Regional de Pinheiros no dia 18/05/2017, mais o abaixo assinado, solicitando a retirada do Parklet da Av. Horácio Láfer, localizado na frente do imóvel de nº 560.Segundo apurado pelos condôminos não foi solicitado por ninguém da região e sim, foi uma iniciativa da Subprefeitura de Pinheiros.

▲ E-mail enviado no dia 23/05/2017 ao Gabinete da Prefeitura Regional de Pinheiros, informando que na rua Paes de Barros, entre as ruas Itacema e Pedroso
Alvarenga, ninguém obedece a sinalização de estacionamento e muito menos utilizam a Zona azul, são motos estacionadas em local não permitido para este tipo de veículo; veículos estacionados em local proibido, inclusive na frente das garagens. Não se vê também, agentes fiscalizadores da CET há muito
tempo nas proximidades.

▲ Ofício de nº 00045/2017, enviado à Prefeitura Regional de Pinheiros, no dia 30/05/2017, endereçado ao Gabinete do Prefeito Regional. Relatando que foi removida uma árvore da rua Manuel Guedes, porém, até o momento do fechamento dessa edição, a prefeitura não veio consertar a calçada, que fica na frente do nº 375.

▲ No dia 31/05/2017, enviamos um e-mail para a Débora Carla, secretária do Gabinete da Prefeitura Regional de Pinheiros, informando que há uma barraca de um morador instalado na Praça Dom Gastão Liberal Pinto. Moradores esperam ver retirada a barraca.

▲ E-mail, enviado para o Sr. Moura da Prefeitura regional de Pinheiros, no dia 01/06/2017, relatando a preocupação dos moradores do Itaim Bibi, com os moradores na rua Jerônimo da Veiga, pedindo dinheiro e ameaçando os moradores com armas brancas. Segundos os mesmo, podem ser devido ao desmantelamento da cracolândia que os mesmos estão chegando aqui no Itaim amedrontando as pessoas.

▲ Informamos à todos que a Sociedade Amigos do Itaim Bibi, participou de uma reunião/apresentação no Condomínio Pátio Victor Malzoni, no dia 06/06/2017,
às 19 horas, sobre reciclagem. Contou com uma apresentação de áudio visual e após fomos convidados a fazer um tour pela área de reciclagem que fica no subsolo e vimos também o processo da compostagem, assim como uma horta no subsolo, que abastece parte dos funcionários do Pátio Victor Malzoni.



SOLICITAÇÕES RESPONDIDAS


Em atenção a solicitação de alteração da mão de direção da rua Jesuíno Arruda, no trecho entre as ruas Manuel Guedes e João Cachoeira, que gerou o pedido de sinalização 00.25.02788/17-01, informamos que a circulação hoje, existente foi consolidada através dos anos de utilização e qualquer alteração traria problemas de acessibilidade para os moradores, tendo em vista tratar-se de via local, em área de alta demanda veicular. A alteração solicitada acabaria aumentando o fluxo da rua Bandeira Paulista e da rua Jesuíno Arruda, bem como resultaria em ampliação do percurso viário com alta demanda.  Acrescentamos ainda que não foram constatados problemas operacionais que justifiquem, no momento, sinalização adicional para o local.

Diagramação: Fabio Lebre - www.studiof55.com.br - 11 98355-5353

Ajude-nos a divulgar o nosso trabalho,
compartilhe em suas Redes Sociais.
Obrigado!



SOCIEDADE AMIGOS DO ITAIM BIBI
R. Manoel Guedes, 426 - Fone: (11) 3168-9109
Copyright 2017
WEB STUDIO F55 - Link
Voltar para o conteúdo